Leilão de carros do Detran

0

A maioria das pessoas têm dúvidas sobre os leilões, como por exemplo, datas, classificação dos veículos, quem pode participar e como.

Pensando nisso, vamos analisar algumas informações técnicas sobre os leilões.

Datas

Essa informação é fornecida pelo Detran de cada estado, onde você pode acompanhar o cronograma pelo site.

É o Detran quem define os horários e os dias dos leilões de carros. Além disso, poderá encontrar no site o horário da visitação que é aberta ao público, dos carros que serão leiloados.

Essa visitação ocorre normalmente, dois dias antes do leilão. É a hora em que as pessoas interessadas podem conhecer melhor os carros a serem leiloados.

Até porque ninguém tem a intenção de comprar um carro leiloado sem antes ver o seu estado, para ter a certeza se vale mesmo a pena comprá-lo.

Uma dica muito importante para essa ocasião, é fazer a vistoria completa do carro e analisar se o dinheiro gasto no arremate, mas o conserto vai compensar, ou não a compra.

Nesses dois anos você tem a chance de economizar até 70% do valor dado no carro, mas se não fizer verificação do estado de conservação do veículo o valor pode não compensar.

Apesar de não ser fácil e exigir muita atenção do comprador, ainda assim é um bom negócio comprar através de leilões, ou seja, se você avaliar com cuidado poderá se beneficiar da compra.

Por isso, veja no site, a data do leilão e da visitação. E lembre-se, cada estado tem uma data diferente.

Para te ajudar, vou colocar a lista de Detran por estado brasileiro.

Classificação dos carros

Os carros que são apreendidos fazem parte de quatro grupos de classificação são eles:

  1. Carros para trafegar normalmente;

Neste grupo boa encontra-se os carros que estão em condições regulares para trafegar normalmente.

Neste caso, a pessoa que arrematou o carro tem registro do carro transferido para o seu nome, como se fosse uma transferência normal de compras e vendas.

Sucata;

São restos de um carro que geralmente está em péssimo estado de conservação, que não estão aptos para trafegar normalmente.

Porém as peças podem ser comercializadas normalmente, como por exemplo o motor de um carro, que pode ser utilizado em outro carro se estiver em bom estado, estando assim, numa subdivisão onde a sucata é classificada como servível.

  • Peças que restaram dos carros que se deterioraram.

Mas também podemos encontrar um segundo tipo de sucata, que é classificada como ‘inservível’, significa que as peças não estão aptas para serem aproveitadas diretamente, por isso são vendidas separadamente.

Um exemplo disso, é o motor de um carro que não dá para aproveitar por completo, mas tem algumas peças desse motor que dá, são essas que fazem parte do grupo de inservível.

  • Resíduos metálicos

São peças que quando não são destinadas à comercialização, por causa do seu mau funcionamento, são direcionadas à reciclagem do material.

Participe

Para participar dos leilões de carros você tem que preencher alguns requisitos básicos, por isso análise quem está apto para participar e quem não está.

  • Quem pode participar dos leilões de carro para trafegar normalmente:

Pessoa física: Possuir CPF, RG e comprovante de residência.

Ser maior de idade, ou ter comprovante de emancipação.

Pessoa jurídica: Se a empresa for individual, precisa do registro comercial; CNPJ ou cópia autenticada, CPF e RG do representante legal com firma reconhecida.

  • Quem pode participar dos leilões de sucatas ou de peças de carro:

Neste caso, é necessário ter um desmanche de veículos, ou ser o dono de algum estabelecimento que faça a comercialização de peças usadas ou de reciclagem.

Também é necessário a autorização do Detran para para ter os estabelecimentos e participar dos leilões.

Quem não pode:

Existem algumas restrições quando o assunto é participar de leilões de carros, mesmo que tenha uma quantidade enorme de vagas para pessoas que querem participar.

Por exemplo, pessoas que têm certos cargos como Funcionários Públicos, como no caso de um servidor do Detran, da Polícia Rodoviária Federal, os funcionários da polícia estadual e da Polícia Civil.

Além disso, funcionários que estão no controle da remessa de documentos do leilão estão proibidos de participar como também os membros da brigada militar e da fiscalização de trânsito.

Não só isso, o proprietário do carro que está sendo leiloado não pode participar do leilão, e só significa que, o dono do veículo não pode dar lances no seu próprio carro apreendido.

Todas essas medidas têm a intenção de tornar os leilões mais justos e transparentes possível.

Receber do carro

Para receber o carro arrematado, é necessário entrar em contato com o Detran e ver qual dia e horário especificado por ele para você ir buscar, isso dura em média 15 dias úteis após o leilão.

Quando o pagamento é feito em dinheiro, são liberados com mais eficiência, pois não precisa de nenhuma forma de aprovação.

Como por exemplo, no caso de um pagamento por cheque que é necessário esperar a sua compensação e só após haverá a liberação do carro.

Após a liberação do pagamento, você terá até 30 dias para retirar o carro sem pagar a diária.

Se o carro não for retirado dos pátios do Detran em até 90 dias, ele será considerado abandonado e pode voltar para o leilão ou, ser enviado para a reciclagem ou trituração, conforme for o caso.

Mas acima você viu que tem alguns documentos, são necessários para participar do leilão, entretanto, há uma lista diferente de documentos que são necessários para receber o carro.

  • Pessoa física:

São necessários a cópia da carteira e de identidade; se não houver o número do CPF dele, cópia da fatura do leilão, além da apresentação de todos esses documentos originais.

  • Pessoa jurídica;

Caso a empresa seja individual, é necessário cópia e original do registro comercial, e do contrato social, onde consta o nome do responsável da empresa.

Junto com a carteira de identidade do dono da empresa, a cópia da fatura paga do arremate no leilão, e apresentação destes documentos originais.

No caso da Sucata só peças é necessário certificado de credenciamento no centro de desmanches de veículos automotores e comprovante de que é o dono do estabelecimento.

Leave A Reply

Your email address will not be published.