Detran veículos – Consulta

0

Um bom hábito que muitas pessoas têm é de consultar a situação do veículo com o Detran, principalmente na hora de comprar o seu automóvel usado.

Até porque através da consulta do histórico do veículo é possível verificar se há multas ou débitos, ou se está tudo em ordem.

Há várias maneiras de fazer a consulta, uma das maneiras mais usadas é através dos aplicativos e sites de órgãos oficiais do trânsito, como por exemplo, o Detran, ou por despachantes credenciados.

Pensando nisso, vamos analisar algumas das maneiras de realizar a consulta do seu veículo.

Consultas

É muito comum as pessoas fazerem uma pesquisa sobre o veículo através das consultas do Detran apenas quando vão comprar um veículo que já foi usado e estas pessoas estão certas em fazerem isso, entretanto é bom fazer a consulta mesmo quando não tiver intenção de comprar um veículo usado.

Até porque é através destas consultas que você pode ver se há documentos pendentes ou vencidos, ou se o seu veículo foi clonado, além das multas e débitos que podem estar pendentes.

Não só isso, através das consultas os proprietários conseguem se organizar em sentido financeiro, pois poderá ver quais são os futuros gastos que terá com um veículo, ajudando a não ser pego de surpresa.

O que pode descobrir …

É através de uma consulta bem mais detalhada que você consegue descobrir todo histórico do veículo, sendo assim, há algumas informações que são transmitidas durante a consulta que são relevantes na hora de realizar a compra de um veículo, principalmente se ele for usado.

Como por exemplo, é através de tais consultas que você pode verificar se o veículo possui ‘gravame’, que é quando o veículo está com algum tipo de contrato, como no caso de um financiamento, servindo de garantia.

Pode verificar também se houve alguma adulteração na quilometragem do veículo, que acontece quando o proprietário quer vender o veículo a um preço maior do que ele realmente vale.

Isso sem falar nos débitos, multas, sinistros, jurídicas, um automóvel de leilão, ou se é roubado ou furtado, que pode ser descoberto com uma consulta minuciosa.

Placa

Uma das maneiras de fazer essas consultas é através da placa de identificação, onde você pode pesquisar em sites do departamento de trânsito, como o Detran ou no Denatran.

Tendo sempre em mente que os endereços eletrônicos de cada portal do Detran vão estar de acordo com o estado em que o veículo foi registrado, além disso, para fazer a consulta na maioria dos sites do Detran é necessário ter o número do Renavam em mãos.

Como fazer a consulta…

Você pode fazer essa consulta através do site do Denatran, do Detran e pelo aplicativo Sinesp Cidadão, além do site do DOK despachante, que é um site para veículos cadastrados apenas em São Paulo.

No caso da consulta pelo DOK, você terá que preencher o ‘formulário de consulta’ com com as letras e números da placa do veículo, ou o número do Renavam e um e-mail que seja ativo e não se preocupe, pois esse é um site confiável onde a consulta é rápida prática e gratuita.

Com o renavam

Para quem não sabe, o Renavam é o número gerado quando o veículo sai da fábrica e ele é intransferível e único, é como se fosse um tipo de CPF ou RG do automóvel.

É através desse número que você pode obter todas as informações do veículo mesmo que haja uma troca de proprietário, mudanças nas características, como a cor, ou peças, que ficam armazenadas através deste número, desde o dia da sua fabricação, até o momento em que ele sai de circulação.

Também pode ser feita a consulta do veículo pelo site do Detran com o número do Renavam, de acordo com o estado em que ele estiver registrado.

Com o chassi

Para entender melhor, o chassi é tipo o esqueleto do veículo, ou seja, a base de cada automóvel, a forma como ele é construída.

Portanto, não é possível fazer consultas nos sites de órgãos públicos apenas com número do chassi, mesmo que ele tenha o seu próprio número que é formado por 17 dígitos que indicam onde o veículo se originou, qual o modelo, o ano e o número de série.

Este número é encontrado no licenciamento do veículo e no certificado de registro, além de encontrar gravado em algumas partes do veículo, como no caso de um carro, pode encontrar essa gravação no painel de controle, na porta do motorista e no motor.

Com aplicativos

Já foi citado o aplicativo Sinesp Cidadão, mas é necessário saber mais algumas informações sobre ele, como por exemplo, que ele foi criado pelo Serpro (serviço Federal de processamento de dados), a pedido do Ministério da Justiça e segurança pública.

Você pode baixar o aplicativo através da loja do seu celular, como o Google Play e o Apple Store. Mas é bom ter em mente que para fazer a consulta do veículo não precisa estar logado no aplicativo, entretanto se quiser poderá fazer isso através de uma conta criada no site do governo.

No momento em que você informa a placa do veículo, é possível acessar as informações da marca e do modelo, do ano, da cor, os números finais do chassi e qual status do automóvel, como por exemplo, se foi roubado.

Você também pode fazer esta consulta através do aplicativo criado pela Prodesp que é o Poupatempo digital, feito para ajudar a população que ficou desamparada por causa dá pandemia do coronavírus.

O que torna ele um site completo, cheio de recursos disponíveis apenas para uso exclusivo do aplicativo, como por exemplo, segunda via da carteira de habilitação, renovação e tirar a CNH definitiva.

Nele também é possível fazer a consulta de pontos, de multas, de débitos, de veículos de outras pessoas, situação do licenciamento, consultar o CFC, CRLV…

Além de ver quais as empresas são credenciadas para fazer vistorias, verificar a autenticidade de certidões, acompanhar a emissão da segunda via da carteira de habilitação e fazer a consulta de peças usadas.

Não só isso, é possível usá-lo de maneira prática e intuitiva, além de ser possível acessar em dispositivos Android e IOS e fazer alterações na página inicial deixando os serviços que você mais usa de maneira mais fácil de encontrar.

Leave A Reply

Your email address will not be published.