Como usar o cartão de crédito?

1.1kviews
Advertisement

Parece simples, mas nem todas as transações é recomendado utilizar o crédito

Milhões de pessoas possuem cartão de crédito no Brasil, mas, isso não significa que toda saibam como utilizá-lo de forma correta e principalmente, sem extrapolar o limite mensalmente.

Muitas dúvidas surgem na hora de usar o cartão de crédito, principalmente porque muitas pessoas acham que tudo pode ser comprado com o limite, desde uma compra pequena até uma grande, sem prejuízos.

Advertisement

O que é preciso ter em mente, é que o limite de crédito não é uma renda extra. É um valor que existe para ser gasto e reposto depois, por isso deve ser utilizado com cautela e em compras específicas e de preferência, grandes, para manter o limite sempre rodando.

Preparamos este artigo para ensinar qual a maneira correta, em nossa opinião, de usar o limite de crédito do seu cartão sem exagerar. Falaremos como funciona e de que maneira gastar com sabedoria.

Advertisement

O uso do cartão de crédito

Assim que o cartão de crédito chega, é preciso desbloqueá-lo, seja em caixas eletrônicos ou pelo celular mesmo. É rápido liberar o limite e para você acompanhar as informações e gastos, mensalmente, chega no endereço a fatura, onde consta detalhes do seu cartão de crédito.

Essas informações também podem ser acessadas pelo celular. Depois disso, é só escolher onde vai gastar e informar que será utilizada a função crédito. Não esqueça de escolher o número de parcelas e claro, verificar se tem limite suficiente para determinada compra.

Advertisement

Mensalmente, o valor que foi gasto e dividido em parcelas será cobrado na fatura, até acabar a quantidade de meses que você escolheu na compra. Por exemplo: se não parcelou, no mês seguinte o valor já vem totalizado para ser pago.

De que maneira usar o cartão de crédito corretamente?

Gastar o limite de crédito o tempo todo, com compras menores e maiores, sem pensar muito pode não ser um bom negócio. Isso porque quando você realmente precisar, por exemplo, não vai ter o limite disponível para a compra que for realmente necessária. Vamos a mais dicas do uso correto do cartão de crédito.

Grandes compras

Nem sempre é vantajoso gastar uma grande quantia de dinheiro em uma compra, já que você possui um limite de crédito no cartão que te dá a opção de parcelar e economizar dinheiro vivo. Além disso, algumas lojas oferecem vantagens para o cliente que optar pelo cartão de crédito em compras.
O cartão de crédito existe para ser gasto, claro, mas com sabedoria. Compras parceladas fazem com que a fatura sempre rotacione, por isso ele deve ser utilizado em produtos ou serviços de valor alto, para que ao mesmo tempo, você organize suas finanças podendo escolher o meio de pagamento.

Gastos com benefícios

Muitas empresas ou lojas costumam oferecer bons benefícios para quem opta pelo cartão de crédito como meio de pagamento. Opte sempre pelo pagamento no cartão de crédito se houver descontos ou qualquer vantagem, mas lembre-se de calcular o custo benefício em casa de pagamento com dinheiro.

Acúmulo de pontos ou milhas

Muita gente que está começando a usar cartão de crédito não imagina que a longo prazo e com uso regular pode acumular pontos. Caso goste de viajar, é possível associar o cartão a um bom programa de milhas para pagar passagens através do que foi juntado no cartão de crédito por meses. Não é fácil juntar um número considerável de pontos e milhas, mas quanto mais você usa melhor.

Planejamento financeiro

Usar o cartão de crédito com sabedoria faz com que você não se perca em suas finanças pessoais. Imagine aquele produto ou serviço, como uma viagem, que você quer tanto, mas precisa juntar o valor total por um tempo. O cartão de crédito, dependendo do limite, pode adiantar a realização dos seus planos através de parcelas que cabem no bolso.

Gaste com frequência

O segredo de manter o cartão de crédito atualizado e receber vantagens é usando com frequência. Para que isso aconteça, observa nas suas finanças quais gastos podem ser colocados mensalmente no cartão de crédito. Uma sugestão é a compra mensal do mercado. Se todo mês ser colocada no limite de crédito não pesa e ainda ajuda no dia a dia da família.

Como NÃO usar o cartão de crédito

Nem toda compra é válida de se colocar no cartão de crédito. Boletos básicos, por exemplo, como água, luz, internet, nem pensar. O risco de virar uma bola de neve é grande. Veja dicas de onde não utilizar o limite de crédito.

Contas de bares e restaurantes

Dificilmente, você gastará, sozinho, mais do que R$100,00 em uma conta de bares ou restaurantes, mas, caso aconteça, esteja preparado para gastar esse valor em uma noite. Passar uma compra dessa no cartão de crédito não é recomendado, porque você não está adquirindo nenhum bem e já consumiu tudo naquele dia, então porque pagar só na fatura algo que você nem está usando a longo prazo?

Então, tenha em mente o seu limite de gastos para diversão. Saia com dinheiro contado para esse fim e se limite a gastar somente o necessário. Assim, você não vai ter que recorrer ao cartão de crédito para pagar uma grande compra que nem devia ter sido feita. Esse tipo de gasto pode até acontecer, é saudável, mas, que seja com dinheiro ou débito.

Compras do dia a dia

Digamos que você decidiu ir no mercado comprar ingredientes para um jantar. Duas pessoas irão aproveitar a refeição e você não deve gastar muito, cerca de R$50,00. Não há necessidade dessa compra ser no cartão de crédito. É interessante usar o seu limite de crédito quando fazer uma grande compra, aquelas que chamamos de compra mensal.

Dessa forma, você cria um padrão: em cada fatura, arca com as despesas de mercado do mês que passou e assim sucessivamente. Nesse caso, vale a pena, já que serão compras de valor alto que irão trazer boas movimentações para seu cartão de crédito.

Contas mensais

Um dos maiores erros é deixar que as contas de casa, como luz, água, internet fique numa espécie de débito automático no cartão de crédito. Muitas vezes, quando estamos apertados, até pagamos algumas dessas contas no cartão de crédito, mas essa regra deve valer apenas para esses casos: emergências.

"Creia no senhor Jesus e será salvo tu e a tua casa!"