Cartões de crédito clonados: risco aumenta durante a pandemia

2.4kviews
Advertisement

Golpes voltam a aparecer, já que as compras com cartões são mais seguras e higiênicas

Não só durante uma pandemia viral, mas na rotina o cartão de crédito ou débito é a escolha de pagamento mais prática. Quando tivemos informações sobre a transmissibilidade do novo coronavírus, a conclusão foi que o cartão de crédito é mais higiênico é óbvia, já que a limpeza é mais simples.

Além disso, o dinheiro passa pela mão de várias pessoas.Como o vírus pode se manifestar em pessoas que não apresentam sintomas, é um risco pegar dinheiro vivo que passou pela mão de inúmeras pessoas. Os cartões de crédito e débito passaram a ser primordial para manter as compras normalmente.

Advertisement

Isso fez com que muitas pessoas pedissem novos cartões e escolhessem o cartão para fazer compras. Com isso, muitos golpistas se aproveitaram da situação para clonar cartões e prejudicar inúmeras pessoas.

Ainda que pareça confiável, muitos locais clonam o cartão de clientes, principalmente quem utiliza delivery para evitar sair de casa e fortalecer o isolamento social. Por isso, vamos trazer dicas para que você evite que seu cartão seja clonado e continue comprando normalmente sem riscos. Vamos lá!

Advertisement

Como um cartão é clonado?

Antes do cartão de crédito ter chip, o risco de clones era muito maior. Isso porque o chip protege muito mais do que a tarja magnética. Ainda sim, golpistas usam o método “chupa-cabra” para clonar o cartão, ou seja, quando colocamos o cartão em uma máquina ou no caixa eletrônico, eles roubam os dados e informações do cliente invadindo o sistema do banco. Veja mais possibilidades.

Golpe do delivery

Infelizmente, com o aumento de consumo por entregas por causa do isolamento social, muitos entregadores ou empresas sem honestidade aplicam golpes para passarem os clientes para trás.

Advertisement

Em um dos casos, eles colocam um valor maior para enganar os clientes, que pagam o valor não combinado, por exemplo. Para isso ser eficaz, eles utilizam uma maquininha com visor de difícil visão para o cliente, fazendo com que depois de algum tempo o erro seja percebido.

Em outros casos, a máquina de cartão até oferece comprovantes e o valor gasto. O problema é que ela está adulterada e acaba salvando todos os dados do cartão para o golpista. Normalmente acontece com cartões de crédito e quando conferimos a fatura, vários gastos de outra pessoa começam a aparecer.

Compras pela internet

Outro risco é o aumento de golpes em compras pela internet. Muitos sites oferecem opções muito fáceis, descontos gigantes e promoções improváveis. Motivos que aumentam as chances de muitas pessoas caírem em golpes. Existem alguns critérios a serem observados para saber se o site é confiável.

Procure um símbolo do cadeado em todo site que fizer compras. Ele estará na barra de endereços e é o principal alerta para sites confiáveis. Além disso, procure referências em outros sites e casos de pessoas que já compraram no mesmo endereço eletrônico. Assim, saberá que está comprando em um site seguro.

Em alguns casos, sites falsos pedem dados pessoais a clientes e aplicam golpes, roubando desde o CPF até o número do cartão de crédito. Não é difícil perceber que um site não é seguro, é possível ver o amadorismo na identidade visual do endereço, por exemplo.

Dados por telefone

Ligações relacionadas a cartões de crédito e contas bancárias começarão a aparecer nessa época. Golpistas podem descobrir suas dívidas e ligar oferecendo propostas inimagináveis, ou, pedir seus dados para compras ou pagamentos. É importante sempre fazer muitas perguntas quando recebemos ligações de números estranhos antes de informar dados do cartão de crédito.

Como evitar que o cartão de crédito seja clonado?

Algumas atitudes simples nos protegem de golpes durante a pandemia. Uma delas é sempre observar onde estamos passando nosso cartão de crédito ou débito, outra, é não deixar de estar de olho no extrato da fatura mensal.

De olho na maquininha

Sempre que for passar o cartão de crédito ou débito, observe todas as características da máquina de cartões. Veja se a marca está clara, se o valor aparece de forma clara e como está sendo debitado em sua fatura. Imediatamente registre a razão social e se possível, confirme com o entregador dados pessoais dele e da empresa.

Não informe seus dados para qualquer um

Essa é a regra de ouro: quando pedirem seus dados, seja do cartão de crédito ou informações pessoais mesmo, não exite em olhar todos dados e quem está pedindo essas informações. Pergunte quem é, qual o motivo de pedir essas informações e como elas serão armazenadas.

Normalmente esses golpes acontecem por meio de chances únicas, promoções, ou oferecimento de dinheiro fácil. Pessoas idosas e com pouco conhecimento são mais suscetíveis a cair em situações como essas, então, questione sempre tudo o que essas pessoas perguntarem.

Cuide dos seus gastos

Quando a fatura chegar, não deixe de olhar todos os dados. Pesquise no Google cada razão social e informação para saber se não há gastos que não são seus. Muita gente acaba tendo o cartão de crédito roubado por anos e nunca percebe porque não fica de olho na fatura mensal. Fique atento!

Não pague com cartão em todos os locais

É recomendado utilizar o cartão de crédito na maioria das compras por causa da facilidade de higienização do plástico, mas, ainda é preciso estar de olho onde utilizamos o cartão de crédito. Veja se é uma empresa confiável, experiente no mercado e se é correta em todos os quesitos, forma de pagamento, utilização de equipamentos de proteção e embalagens seguras.

Conclusão

Por segurança e higiene, escolha sempre o cartão de crédito e débito se puder, mas, não deixa de observar onde você está passando o cartão. Não é difícil ficar de olho nessas características, é possível fugir de clonagens antes do pedido de um delivery ou antes de entrar em locais que não confiáveis. Leve em consideração três pontos: experiência, segurança e higiene. Locais com essas características dificilmente roubarão seus dados.

"Creia no senhor Jesus e será salvo tu e a tua casa!"